Webmail

Contraf orienta sindicatos a entrarem com ações judiciais contra a Caixa
08/01/2009

A Contraf/CUT e a Comissão Executiva dos Empregados (CEE) orientam as entidades sindicais de todo o país (que ainda não o fizeram) a ingressarem com ações na justiça contra a Caixa, por descumprimento de acordo coletivo, com pedido de liminar para impedir o desconto de qualquer dia de greve na folha de pagamento de janeiro/2009.

 

A Contraf/CUT decidiu passar a orientação depois que, desconsiderando mais uma vez o negociado, diversas superintendências nacionais e SR’s da Caixa orientaram lançamento das horas no sistema de ponto eletrônico de maneira padronizada.

 

Desde a assinatura da Convenção Coletiva, a direção da Caixa vem ameaçando descumprir a cláusula que prevê o não desconto dos dias da greve. Inicialmente com a edição da CI SUAPE/SURSE 107/08, em que em seu item 6 previa o descontos dos dias não compensados, em claro desrespeito aos termos negociados.

 

A Contraf/CUT e a CEE/Caixa estabeleceram processo de negociação com o banco, que culminou com a assinatura de aditivo no dia 13/11 por diversas entidades, definindo que os dias não seriam descontados e que o plano de compensação de horas seria estabelecido pelos gestores locais. Mas a direção da Caixa mais uma vez descumpre o que foi acertado.

 

Revisão da estrutura da carreira profissional

 

Em rodada de negociação realizada nesta segunda-feira 29 de dezembro, em Brasília, a Caixa apresentou sugestões de premissas para a revisão da atual estrutura da carreira profissional (cláusula 47). Entre elas estão a estrutura de 48 referências salariais, as oito horas de jornada e parametrização de salários, de acordo com pesquisa de mercado que incluirá bancos públicos e privados, além de órgãos estatais. A reunião abriu o debate sobre a revisão da estrutura da carreira profissional.

 

A Contraf/CUT e a CEE/Caixa apontaram discordância em relação à jornada de oito horas e lembraram que é preciso acrescentar o compromisso de melhorar as condições dos bancários que estão com distorções em suas carreiras.

 

A CEE/Caixa vai avaliar as sugestões da Caixa e apresentar suas considerações na próxima reunião, prevista para o dia 15 de janeiro de 2009. A questão do desconto dos dias parados também está na pauta de negociações.

 

Encontro Nacional em fevereiro

 

A Contraf/CUT realizará nos dias 6 e 7 de fevereiro, em Brasília, o Encontro Nacional de Dirigentes Sindicais da Caixa para discutir a campanha permanente das negociações específicas e organizar o 25º Conecef.

 

As inscrições para o Encontro Nacional vão até o dia 23 de janeiro.

 

Fonte: Contraf/CUT - 30/12/2008