Webmail

Em Jequié (BA), bancários do BB são flagrados trabalhando aos sábados
01/12/2008

Os fiscais do Ministério do Trabalho José Wanderley Moura Nery e Augusto Cesar Machado Almeida da delegacia de Jequié, em fiscalização de rotina na agência do BB flagrou vários funcionários trabalhando no sábado, 29 de novembro, com intuito de compensarem o período da última greve.

 

Na oportunidade houve uma série de aberrações em decorrência da intransigência do gerente de expediente, que se negou a dar acesso aos auditores do trabalho, sendo necessária a convocação de força policial, o que deixou o clima tenso e por pouco, não foi dada voz de prisão ao gerente.

 

Somente foi proporcionado o acesso às dependências com a chegada dos diretores do Sindicato dos bancários de Jequié e região (Seeb Jequié), Marcel Cardim e Celso Argolo, que fizeram gestão visando a negociação do impasse, bem como a liberação dos auditores fiscais do trabalho para que executassem seu trabalho.

 

Assim, foi lavrado Auto de Infração onde se verificou diversas irregularidades, sendo necessário o preenchimento de três páginas, uma vez que foi deixado de apresentar os livros e outros documentos previstos na lei e necessários à fiscalização, dentre outras. Além disso, o Sindicato se fez presente para resguardar o direito dos funcionários, principalmente servindo como prova para possíveis ações na justiça.

Vale ressaltar que em momento algum o Sindicato foi consultado, muito menos autorizou o trabalho em dias não úteis, ferindo assim a relação entre empresa e movimento sindical num completo desrespeito aos direitos trabalhistas dos bancários, o que é inadmissível, sob quaisquer pretextos, "não é possível que coisas desse tipo ainda aconteçam em nossa sociedade, isso é um absurdo, além de ferir o acordo assinado entre Sindicato e Empresa, atitudes como essa somente prejudica a relação com o movimento sindical" afirmou o presidente do Sindicato, Marcel Cardim. Da mesma forma esse tipo de situação deve ser denunciado, pois continuaremos fiscalizando não só o BB como também todos os bancos, enfatizou.

Fonte: Seeb Jequié e região