Webmail

Segurança: Bancos são multados em R$ 2,5 milhões por não cumprirem lei
03/09/2008

Os bancos foram multados nesta terça-feira, dia 2, em R$ 2,525 milhões por descumprimento das normas de segurança. O Banrisul foi o campeão, recebendo multas de R$ 1,670 milhão. Também foram interditadas, pelo mesmo motivo, sete agências e dois postos de atendimento do Banco do Estado do Pará (Banpará), Itaú e Nossa Caixa.

As punições foram aplicadas durante a 76ª reunião da Comissão Consultiva para Assuntos da Segurança Privada (CCASP), da Polícia Federal (PF), em Brasília. A CCASP, integrada por representantes dos bancos, bancários, empresas de segurança, vigilantes e Exército, dentre outros, julga os processos abertos em fiscalizações da PF. “Os banqueiros, apesar de seus lucros astronômicos, continuam descumprindo a lei federal nº 7102/83 e as portarias da Polícia Federal, uma vez que várias unidades funcionam com plano de segurança vencido, alarme inoperante e ausência de vigilante no auto-atendimento, dentre outras irregularidades”, explica o diretor da Fetec-SP e representante da Contraf-CUT, Gutemberg Oliveira.

Banrisul “A maioria das punições ao Banrisul se deve à autuação, no início deste ano, de 80 agências e postos, sem vigilantes com coletes à prova de balas, caracterizando o funcionamento sem plano de segurança aprovado pela Polícia Federal”, destaca o diretor do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região (SindBancários) e representante da Federação dos Bancários do RS, Ademir Wiederkehr, que participou da reunião. “Trata-se de unidades que tinham vigilantes da empresa Panambi, cujo registro foi cancelado na reunião anterior da CCASP”, explica. A medida já foi regularizada pelo banco e, por isso, cada unidade não foi interditada e sim penalizada em R$ 20 mil, somando R$ 1,6 milhão. Além disso, o banco sofreu outras multas, totalizando R$ 1,670 milhão. O representante do Banrisul, presente na reunião, revelou que o banco pretende entrar com recurso junto à direção da Polícia Federal.

Outros processos Um total de 121 processos contra bancos não foram apreciados, em função da falta de tempo. Outros procedimemtos foram arquivados por falhas da Polícia Federal no seu encaminhamento. Também foram multadas diversas empresas de vigilância pelo descumprimento de normas de segurança.

Veja os bancos multados e os respectivos valores:

- Banrisul: R$ 1.670.000,00

- Banco do Brasil: R$ 345.500,00

- Unibanco: R$ 120.000,00

- Itaú: R$ 110.000,00

- Real: R$ 100.000,00

- Bradesco: R$ 40.000,00

- HSBC: R$ 40.000,00

- Banco da Amazônia: R$ 40.000,00

- Nossa Caixa: R$ 20.000,00

- Caixa Econômica Federal: R$ 20.000,00

- Banif: R$ 20.000,00

Confira os bancos com unidades interditadas:

- BanPará: três agências e dois postos

- Itaú: duas agências

- Nossa Caixa: duas agências

Novo projeto de segurança privada

Após a reunião, o coordenador da CCASP, delegado Adelar Anderle, abriu um encontro com os representantes das entidades para a apresentação do projeto de estatuto da segurança privada, a ser enviado ao Congresso Nacional, para atualização da lei nº 7.102/83.

O evento terá continuidade nesta quarta-feira. Além de Gutemberg e Ademir, participaram os diretores do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Daniel Reis, de Belo Horizonte, Leonardo Fonseca, de Brasília, Matuzalém Silva de Albuquerque. Também estão presentes dois dirigentes sindicais do Rio de Janeiro e representantes dos vigilantes.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Porto Alegre  -  02/09/008