Webmail

Caixa pagará R$ 129,9 mil a bancária por más condições de trabalho
26/06/2008

Por causa das más condições de trabalho a que são submetidos muitos empregados, a Caixa Econômica Federal foi condenada pelo juiz da Vara do Trabalho de Concórdia (SC), Adilton Detoni, a pagar à bancária Sônia Gleci Hack, vice-presidente do Sindicato de Concórdia e Região, indenização de R$ 129,9 mil. A sentença tomou por base o fato de Sônia Hack ter sido submetida a incorreção postural, com mobiliários inadequados e esforços exaustivos, levando-a a solicitar freqüentes afastamentos e a realizar exames que comprovaram LER/Dort.

Para fundamentar o seu despacho, o juiz Detoni observou que "a autora fora admitida em 1984, época que os serviços bancários eram reconhecidamente penosos, com mobiliário absurdamente inadequado, em demonstração do verdadeiro descaso por parte das instituições financeiras de maneira geral".

Fonte: Fenae 24/06/2008