Webmail

Fetrafi-RS solicita que bancos antecipem vacinação contra a Gripe
15/04/2016

 

A Fetrafi-RS enviou ofício a bancos públicos e privados nesta quinta-feira (7), solicitando a antecipação da aplicação da vacina contra gripe H1N1 para todos os bancários lotados no Rio Grande do Sul. A medida visa antecipar a rede de proteção dos trabalhadores, que devido ao contato constante com grande público tem mais riscos de contaminação. A antecipação também se deve à confirmação efetivada esta semana da terceira morte causada por H1N1 no Estado, registrada em Caxias do Sul.

"Nossa reivindicação baseia-se nas informações a respeito do número elevado de casos de contaminação pela Gripe H1N1 em todo o País, inclusive já ocorreram neste ano muitos casos de óbito. É necessária a imediata aplicação da vacina aos trabalhadores bancários, pois estes estão expostos ao vírus por permanecerem por longo tempo em ambiente fechado com aglomeração de pessoas”, explica a diretora de Saúde da Fetrafi-RS, Denise Corrêa.

Resposta do Itaú

O Banco Itaú informou à Fetrafi-RS nesta sexta-feira (8), que já solicitou à empresa SANOFI a antecipação do início da campanha de vacinação em todo o Brasil para o dia 18 de abril. A confirmação ocorre nos próximos dias.

Mais sobre a vacinação 

Na rede pública, a vacinação contra influenza é destinada a alguns grupos prioritários: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, idosos, profissionais da saúde, povos indígenas e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade.

A vacina de gripe é atualizada todos os anos para adequá-la aos vírus circulantes naquela estação e sua composição é definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

No entanto, a vacina de 2016 não sofreu mudanças em relação ao H1N1 em comparação à do ano passado, por isso os lotes de 2015 são eficazes contra a H1N1. A proteção contra os outros dois vírus da gripe – H3N2 e Influenza B – fica comprometida

Em clínicas particulares, já está disponível a vacina trivalente contra influenza de 2016. Já a vacina tetravalente – que além de proteger contra o H1N1, o H3N2 e a Influenza B também protege contra uma segunda cepa da Influenza B – ainda está começando a ser distribuída.


*Comunicação/Fetrafi-RS – 08-04-2016