Webmail

O incidente entre Irã e EUA no estreito de Ormuz, Golfo Pérsico
11/01/2008

Na madrugada de domingo, 06 de janeiro, aconteceu um incidente envolvendo lanchas da marinha do Irã e três navios de guerra dos Estados Unidos no estreito de Ormuz. Para as autoridades iranianas, o “incidente” foi resolvido quando os dois lados se indentificaram um ao outro. 

Já para o Governo dos Estados Unidos, foi grave. George Bush afirmou que o “Irã é uma ameaça à paz mundial”. A mídia afirma que as lanchas iranianas teriam feito manobras agressivas, se comportando de maneira hostil, atormentando e ameaçando a tripulação dos três navios. 

Sabe-se que o governo dos EUA adotou a estratégia de forjar, de todas as formas, uma justificativa para desfechar um ataque ao Irã. A cobertura midiática, superdimensionando o episódio, faria parte dessa estratégia?

A ameaça chamada Irã

“Irã ameaça navios de guerra dos EUA”. Este foi o título que o Correio do Povo de 08/01 estampou para noticiar o incidente EUA/Irã. Na cobertura do incidente, a mídia hegemônica mostrou mais uma vez sua total conivência com os poderosos, os donos do mundo. 

Para ver o quanto a marinha dos EUA foi ameaçada, acesse o sítio do jornalista Luiz Carlos Azenha, www.viomundo.com.br. Ali você encontrará fotos dos navios e das lanchas. Os três navios carregam mísseis, metralhadoras, canhões, torpedos e helicópteros. O maior tem 173 metros de comprimento e o menor, “apenas” 135.

Você pode acessar também o blog do Azenha.  Basta clicar aqui viomundo.globo.com/site.php