Webmail

Artigo: A matemática macabra do 11 de setembro
12/09/2011

O jornalista Marco Aurélio Weissheimer escreveu artigo em que analisa os acontecimentos do 11 de setembro de 2001 sob uma ótica que você não encontra nas análises feitas pelos órgãos da mídia hegemônica e seus (de)formadores de opinião.

“A resposta dos EUA ao ataque contra o World Trade Center engendrou duas novas guerras e uma contabilidade macabra. Para vingar as mais de 2.900 vítimas do ataque, algumas centenas de milhares de pessoas foram mortas. Para cada vítima do 11 de setembro, algumas dezenas (na estatística mais conservadora) ou centenas de pessoas perderam suas vidas. Mas essa história não se resume a mortes. A invasão do Iraque rendeu bilhões de dólares a empresas norte-americanas. Essa matemática macabra aparece também no 11 de setembro de 1973. O golpe de Pinochet provocou 40 mil vítimas e gordos lucros para os amigos do ditador e para ele próprio: US$ 27 milhões, só em contas secretas.”, afirma  Weissheimer.

Para ler a íntegra do artigo de Marco Aurélio Weissheimer, acesse
http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=18435

 


Secretaria de Imprensa e Divulgação