Webmail

POA: Vereadores aprovam projeto por mais segurança nos bancos
22/11/2011

Os vereadores de Porto Alegre aprovaram, na sessão ordinária desta segunda-feira (21), o projeto do vereador Tarciso Flecha Negra (PSD) que tem como objetivo obrigar os estabelecimentos bancários de Porto Alegre a instalarem em seus caixas de atendimento dispositivo que impossibilite que a operação realizada pelo cliente seja visualizada por outras pessoas.


Conforme a proposta do vereador, o objetivo é evitar o número elevado de ocorrências de furtos, assaltos e até latrocínios após a saída dos bancos. Nesta modalidade de assalto, marginais observam a movimentação financeira dos clientes no interior das agências e atacam as vítimas em seguida. A proposta prevê que pelo não cumprimento das regras os bancos sejam advertidos na primeira autuação e paguem multa em caso de reincidência. Os estabelecimentos bancários terão um prazo de 180 dias para adaptação às normas. 

A chamada lei dos biombos já foi aplicada em outros estados brasileiros como o Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Mato Grosso, Pará, Minas Gerais e na cidade de Salvador.

“O movimento sindical considera a aprovação do projeto mais uma grande vitória na luta por mais segurança nos bancos. Infelizmente, foi necessária a intervenção do poder público para que os bancos assumam a responsabilidade e coloquem um dispositivo que pode salvar vidas. Ainda temos muito o quê reivindicar quanto à segurança de clientes, trabalhadores e usuários dos bancos”, destaca o titular da Comissão de Segurança Bancária da Fetrafi-RS, Juberlei Bacelo.

A lei dos biombos no RS

 

Após ser aprovada pela Câmara de Vereadores de Montenegro, a lei que obriga os bancos a instalarem divisórias entre os caixas, visando aumentar a segurança para os clientes, foi sancionada no dia 09 de novembro, pelo prefeito em exercício Marcos Griebeler. O projeto foi elaborado pelo vereador Roberto Braatz (PDT), teve grande repercussão e ganhou o apelido de Lei do Biombo. O próprio vereador, que é bancário, se inspirou numa agência da cidade catarinense de Palmitos, onde esteve de férias para propor o projeto.

Em Montenegro, a lei foi aprovada na mesma semana em que houve mais um assalto na saída de um banco. Uma idosa de 74 anos teve roubado 4 mil reais na chamada "saidinha de banco". As divisórias visam justamente impedir este tipo de golpe, que já se tornou bastante comum. Para tanto, as agências bancárias deverão instalar um biombo de um metro e oitenta centímetros de altura entre os caixas e o espaço reservado para os clientes que aguardam atendimento.

 

*Imprensa Fetrafi-RS com informações da Câmara de Porto Alegre