Webmail

Bancários do Itaú param centros administrativos em SP contra demissões
22/11/2011

Os bancários do Itaú Unibanco paralisaram nesta segunda-feira, 21 de novembro, o prédio do Centro Administrativo do Itaú Unibanco (CAU) e o Centro Técnico Operacional (CTO), em São Paulo, em protesto contra as demissões que o banco vem realizando. A atividade teve início às 6h30 e se estendeu até às 10h.

Segundo Jair Alves, diretor da Contraf-CUT e um dos coordenadores da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú Unibanco, a manifestação serviu de advertência para que o banco coloque fim às demissões e abra negociações com o movimento sindical. 

"Realizamos mais uma atividade no Itaú Unibanco por causa das demissões. Após o corte dos empregos no prédio da Patriarca, agora foi a vez de serem dispensados bancários que atuam na área de Tecnologia da Informação", afirma Jair. 

"É inadmissível que os cortes ocorram num momento de cenário extremamente positivo para a empresa. Somente nos primeiros nove meses deste ano, o banco obteve lucro recorde de toda a história do sistema financeiro nacional. Foram R$ 10,9 bilhões, 15,97% maior que em 2010", concluiu Jair.


Fonte: Contraf-CUT