Webmail

Esforço e suor dos bancários se transformou em alta remuneração para os banqueiros
23/08/2011

Os principais bancos do País divulgam seus lucros e mais uma vez as cifras impressionam: somente no primeiro semestre de 2011, Itaú Unibanco, Banco do Brasil, HSBC, Caixa, Santander, Banrisul e Bradesco lucraram juntos R$ 26,775 bilhões!

E o pior é que os funcionários, que no dia-a-dia estão na linha de frente, enfrentando péssimas condições de trabalho, assédio moral e pressão pelo cumprimento de metas, garantem não só os lucros das instituições financeiras, mas também os altos salários dos executivos. 

O presidente do Bradesco, por exemplo, ganhou em 2010 a impressionante quantia de R$ 10,4 milhões. Um bancário que ganha o piso, incluindo PLR e tíquetes, teria que trabalhar 394 anos para alcançar os ganhos de Luiz Trabuco em 12 meses. Isso é inaceitável!

A Campanha Salarial está aí. Está na hora dos ganhos se materializarem em melhores condições de trabalho, uma remuneração e uma divisão de lucros mais digna. A categoria precisa ser valorizada. Se há um momento certo para construirmos um sistema financeiro melhor e mais justo para todos, é este. Para isso, precisamos nos unir e organizar, fazendo com que nossa voz seja ouvida. Só assim, a ganância dos bancos terá fim.

 

 

*Imprensa/SindBancários com Agência Brasil, Agência Estado e Valor Econômico