Webmail

Encontro Nacional dos Banrisulenses será no dia 20 de agosto
27/07/2011

A Fetrafi-RS e sindicatos filiados promovem no dia 20 de agosto, sábado, o 19º Encontro Nacional dos Banrisulenses. Os critérios de organização do evento foram definidos pelo Comando dos Banrisulenses na quinta-feira, 21, na sede da Fetrafi-RS. Na tarde do dia seguinte, dirigentes e delegados sindicais do Banrisul, participantes da Reunião do Conselho Nacional de Delegados Sindicais aprovaram a proposta do Comando.


A 19ª edição do Encontro Nacional será realizada no Hotel Embaixador, a partir das 9h. O evento será aberto à participação de trabalhadores do Banrisul de todo o país. As inscrições para o Encontro poderão ser realizadas através do Sistema de Eventos Online da Fetrafi-RS, somente pelos sindicatos filiados à entidade ou diretamente no hotel, no dia do evento.

Programação

A programação do 19º Encontro Estadual iniciará com um debate sobre conjuntura econômica, coordenado pelo Escritório Regional do DIEESE/RS e Subseção da Fetrafi-RS. Também será feita uma análise detalhada do balanço apresentado pelo banco sobre o desempenho da instituição ao longo do primeiro semestre de 2011. Ainda na primeira etapa do evento haverá debates sobre o trabalho da Comissão Paritária sobre Plano de Carreira e Fundação Banrisul.

No período da tarde os banrisulenses irão discutir a atualização da pauta específica do segmento, que será encaminhada ao banco no início da Campanha Salarial 2011. O objetivo do Comando é viabilizar a participação dos trabalhadores na elaboração da pauta, através de um amplo processo de discussão.

“O Encontro Nacional vai definir qual será a postura do movimento sindical na Campanha Salarial. Precisamos agregar um grande número de funcionários nestas discussões para garantir a participação efetiva dos banrisulenses numa possível greve da categoria”, explica a diretora da Fetrafi-RS e funcionária do Banrisul, Denise Corrêa.

Retrospectiva

Em 2010, os banrisulenses voltaram a ter papel de vanguarda na greve geral dos bancários. A adesão massiva dos funcionários às mobilizações, paralisações e à greve, forçou a direção do Banrisul a retomar as negociações da pauta específica, que se mantiveram estagnadas nas campanhas anteriores.

“Graças à mobilização dos banrisulenses foi possível garantir um fórum específico, com participação paritária dos trabalhadores, para discutir e encaminhar a criação do novo plano de carreira. Esta é uma das nossas principais pendências, mas ainda há muito o quê conquistar. A situação da Fundação Banrisul, da Cabergs e a melhoria das condições de trabalho no banco continuam sendo prioridades e estarão em foco nas futuras negociações”, lembra a dirigente sindical.

 

*Imprensa Fetrafi-RS