Webmail

Sindicato de Santa Maria conquista horas extras para empregados da Caixa
22/07/2011

O Sindicato dos Bancários de Santa Maria ajuizou em 2010 e 2011, ações coletivas contra a Caixa Econômica Federal cobrando a 7ª e 8ª horas extras de trabalho desempenhadas por seus empregados no exercício dos cargos de agente empresarial, analista, assistente administrativo, assistente de negócios, assistente regional, gerente de retaguarda, técnico de fomento, técnico de operações de retaguarda e secretário.

Foram julgadas procedentes as primeiras ações que beneficiam os cargos de agente empresarial e técnico de fomento. As ações abrangem todos os funcionários da Caixa, associados ao Sindicato, que desempenham ou desempenharam essas funções. O banco foi condenado ao pagamento das horas extras realizadas desde 27 de junho de 2003, mas ainda cabe recurso à decisão judicial.

É importante destacar que a ação do Sindicato garante horas extras aos associados à entidade desde 2003, graças à ação de protesto interruptivo da prescrição também ajuizada pela entidade em 2008, pois os associados obtiveram ganho de causa relativo a período de oito anos, nãocinco como é a regra de prescrição das ações trabalhistas.

Os empregados da Caixa que desempenham outros cargos não abrangidos pelas ações coletivas propostas pelo Sindicato e tenham interesse no ajuizamento do processo relativa a sua função desempenhada, devem procurar a assessoria jurídica do Sindicato dos Bancários de Santa Maria ou diretamente o escritório Fioravante & Londero Advogados, localizado na Rua Venâncio Aires, n° 1795, sala 21, para mais informações.


*Sindicato de Santa Maria com edição da Fetrafi-RS