Webmail

Campanha de Valorização dos Funcionários
14/07/2011

A imagem de um castelo medieval, rei, servos e uma fábula fizeram parte da representação teatral O Reino da Presença. Apresentada aos bancários do Bradesco no Telebanco Santa Cecília, em São Paulo, divertiu os trabalhadores nesta quarta-feira 13.

O ato promovido pelo Sindicato como parte das manifestações pela Campanha Nacional de Valorização dos Funcionários fez alusão à dura realidade vivida pelos trabalhadores em busca de melhores condições de trabalho, além de reforçar a idéia de que a união dos bancários é a maneira mais eficaz para trazer mais conquistas para toda a categoria.

A Campanha de Valorização tem por objetivo pressionar o banco a atender às reivindicações específicas dos funcionários do Bradesco, entre elas o auxílio-educação, Plano de Cargos Carreiras e Salários justo e transparente, melhorias no plano de saúde, além do combate ao assédio moral e às metas abusivas e melhores condições de trabalho com mais contratações. 

"Entre os maiores bancos, o Bradesco é o único que não oferece auxílio-educação para seus trabalhadores. Isso é um absurdo, já que exige que os bancários estejam cada vez mais qualificados", afirma Neiva Ribeiro, diretora do Sindicato. 

As melhorias no plano de saúde passam pela inclusão de pais como dependentes e cobertura de especialidades como fonoaudiologia, psicologia e psiquiatria. "A categoria bancária está entre as que mais sofrem com doenças do trabalho decorrentes do assédio moral e da pressão pelo cumprimento de metas cada vez mais excessivas. Portanto é fundamental que tenham essas especialidades no plano de saúde", completa.

Os dirigentes sindicais ainda lembraram que todos os direitos que os bancários têm hoje, como licença-maternidade, vale-refeição e alimentação entre outros, foram conquistas que a categoria obteve com luta e mobilização. 

"As reivindicações são muito justas, não há motivo para o Bradesco não atender, já que o lucro do banco aumenta a cada dia com o esforço e trabalho dos bancários", completa Neiva Ribeiro, referindo-se ao resultado do primeiro trimestre do banco, que totalizou R$ 2,7 bilhões, 28,5% a mais do que o valor registrado no mesmo período do ano anterior.


Fonte: Seeb São Paulo