Webmail

Artigo: O uso do Agente Laranja na Amazônia
08/07/2011

Jaime Sautchuk, diretor do Instituto Cerrado, escreveu artigo sobre o agente laranja encontrado na Amazônia pelo Ibama há poucos dias. 

“Grande parte das 4 toneladas de agrotóxicos... é do reagente 2,4D, que vinha sendo usado para desfolhar floresta, antes do desmate completo.  Só que este é um dos dois principais componentes do Agente Laranja, que fez atrocidades no Vietnã, na década de 1960” ressalta SautchukAbaixo, alguns trechos do artigo de Jaime Sautchuk:

“Na ocupação do Vietnã, as Forças Armadas dos Estados Unidos encomendaram essa arma química das empresas Monsanto e Dow Chemical, ambas americanas. O nome que se popularizou vem dos galões de cor alaranjada em que o veneno era acondicionado para demarcar diferença, por causa de seu enorme poder letal”.

“Na guerra genocida, esse agente tinha dupla função. Uma, era desfolhar a floresta para desnudar bases da guerrilha vietnamita. A outra, ainda mais cruel, era arrasar as plantações agrícolas, especialmente de arroz, e assim privar o povo do seu principal componente alimentar.”

“Mas, no fim das contas, o veneno atingiu todos os seres vivos, inclusive e principalmente os humanos. Matou milhões. E, quatro gerações depois, calcula-se que perto de 5 milhões de vietnamitas tenham sequelas da guerra química, com deficiências físicas e mentais.”


Para ler a íntegra do artigo, acesse http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=157823&id_secao=10.



Secretaria de Imprensa e Divulgação