Webmail

Santander adia reunião do Fórum de Saúde
04/07/2011

A reunião do Fórum de Saúde e Condições de Trabalho do Santander, agendada para terça-feira, dia 5, foi adiada e remarcada pelo banco para o próximo dia 15, às 14 horas, no Casa 1, em São Paulo. 

A Contraf-CUT, federações e sindicatos esperam que o atendimento da pauta de reivindicações apresentadas no dia 10 de junho, quando foi retomado esse espaço de debates previsto na cláusula 26ª do acordo coletivo de trabalho aditivo do Santander à convenção coletiva dos bancários. Estarão em debate os itens 03, 04, 05, 08, 09, 10 e 11 da pauta, conforme ficou definido na ocasião.

Clique aqui para ler a pauta de reivindicações. 

O funcionário do Santander e diretor do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Marcelo Gonçalves, lembra que a remarcação da reunião com o tempo pré-estabelecido de duas horas pode não ser suficiente para uma boa apresentação das informações e do funcionamento das áreas de saúde da empresa (SESMT), dos esclarecimentos solicitados e que serão necessários para a construção de ações preventivas e acordos sobre saúde e condições de trabalho, e ainda, a redação da ata, com os assuntos debatidos. 

"Mesmo assim, vamos para a reunião com a expectativa de que o Santander apresente dados que possam permitir, ao final do processo, resultados positivos para os trabalhadores", afirma o dirigente sindical.

Marketing

"O Fórum de Saúde virou peça de marketing do banco, como aparece no relatório de Indicadores de Sustentabilidade do Santander de 2010, ano em que não ocorreu nenhuma reunião", aponta o funcionário do Santander e secretário de imprensa da Contraf-CUT, Ademir Wiederkehr. 

Ele lembra que consta na página 27 do relatório, que o banco distribuiu aos acionistas, que "o Comitê de Relações Trabalhistas e o Fórum de Saúde exercem papel fundamental, uma vez que as entidades sindicais pontuam questões das mais diversas, o que contribui para melhorias de ações internas".

"Nós queremos que esse espaço seja valorizado na prática pelo banco, construindo soluções concretas para melhorar a saúde dos funcionários e o ambiente de trabalho, evitando o adoecimento de muitos colegas e buscando qualidade de vida", defende o diretor da Contraf-CUT.

Reunião da COE do Santander

Antes do Fórum de Saúde, a Contraf-CUT realiza no mesmo dia, às 10 horas, uma reunião da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander, na sede da Confederação (Rua Líbero Badaró, 158 - 1º andar), no centro de São Paulo. O objetivo é preparar os debates com o banco. 


Fonte: Contraf-CUT com Seeb São Paulo