Webmail

Bancários gaúchos propõem 20% de reajuste para Campanha Salarial 2011
20/06/2011

A 13ª Conferência Estadual dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Instituições Financeiras do RS foi encerrada no início da tarde deste domingo, com a definição das propostas de estratégias e índice para a campanha salarial. A coordenação dos trabalhos da plenária deliberativa da 13ª Conferência foi integrada pela diretora do Sindicato dos Bancários de Caxias do Sul, Vaine Andreguete e pelos diretores da Fetrafi-RS, Carlos Augusto Rocha e Jorge Vieira.

Na primeira etapa da plenária, o diretor da Contraf/CUT, Ademir Wiederkehr apresentou o documento editado pela confederação para subsidiar os debates das conferências regionais. Entre as prioridades elencadas estão a reivindicação do piso do Dieese; a luta pelo emprego decente; o enfrentamento à precarização do trabalho devido à terceirização; aumento real e melhoria da remuneração indireta; combate ao assédio moral e à violência organizacional; novos critérios para definição de metas; novo modelo de gestão dos bancos para evitar o adoecimento dos trabalhadores; combate ao descaso dos bancos quanto à segurança e a importância da regulamentação do artigo 192 da Constituição Federal, uma vez que hoje o Banco Central  cria uma série de resoluções, que flexibilizam regras sobre os serviços bancários.

Em seguida, houve debates específicos sobre os temas Emprego e Remuneração. O texto elaborado pela Contraf/CUT foi aprovado por unanimidade em plenário com destaques para a importância da inserção da discussão sobre igualdade de remuneração e oportunidades para mulheres, negros e pessoas com deficiência dentro dos bancos.

Sistema Financeiro Nacional

A plenária também discutiu o artigo 192 da Constituição Federal, que regulamenta o Sistema Financeiro Nacional e a bancarização. Na ocasião, foi apresentada a resolução que repudia a bancarização e incentiva a luta pela universalização dos serviços bancários.

Saúde e condições de trabalho

O plenário da Conferência fez um destaque ao documento proposto pela Contraf/CUT em relação ao acordo sobre assédio moral. Foi aprovada a retomada das negociações entre o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban sobre a cláusula dePrevenção de Conflitos no Ambiente de Trabalho, a fim de garantir avanços no enfrentamento à violência organizacional e ao assédio moral nos bancos.

RESOLUÇÃO SOBRE CLÁUSULA DE CONFLITOS 

A 13ª Conferência Estadual aprova a retomada das negociações entre o Comando Nacional dos Bancários e a FENABAN sobre a cláusula de “Prevenção de Conflitos no Ambiente de Trabalho”, que trata do combate ao assédio moral, visando rediscutir a abordagem da mesma, a fim de garantir avanços para enfrentar de forma efetiva a violência organizacional e o assédio moral.

Estratégias de Campanha

Os bancários destacaram que a estratégia de campanha é fundamental para a construção da mobilização nacional, viabilizando as grandes greves. Graças a esta mobilização foi possível avançar nos pisos, na recuperação do poder de compra dos salários e nas cláusulas sociais.

Na avaliação dos trabalhadores, a estratégia contribui para a construção da imagem unificada da campanha e do conjunto dos bancários. Também há uma preocupação de não retrair a grande disposição de luta presente nos bancos públicos, incluindo o Banrisul, que nos últimos anos retomou seu papel de vanguarda no movimento.

Principais deliberações da Plenária Final da 13ª Conferência Estadual:

Estratégias de campanha – Manutenção da mesa unificada de negociação com a Fenaban e mesas específicas concomitantes com os bancos públicos, Caixa, Banco do Brasil e Banrisul.

Índice - O índice aprovado em plenário para a Campanha Salarial 2011 foi de 20%. A proposta será encaminhada à Conferência Nacional, juntamente com as demais reivindicações aprovadas durante o evento. A justificativa deste percentual está baseada na necessidade de motivação da categoria, incentivo à mobilização e nas perspectivas do aumento da rentabilidade dos bancos, que será em torno de 37%.

Delegações

No fim da plenária deliberativa foram definidas as delegações que irão representar os bancários gaúchos na 13ª edição da Conferência Nacional e nos congressos de Funcionários do Banco do Brasil e de Empregados da Caixa.



Fonte: Imprensa Fetrafi-RS