Webmail

"Empresários" são a maioria no Congresso
05/04/2011

Não é apenas a bancada sindical que cresceu na atual legislatura. Quase metade dos congressistas eleitos em 2010 é de proprietários de estabelecimento comercial, industrial ou dono de grandes fazendas, segundo levantamento feito em outubro pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). 
    É a maior bancada empresarial dos últimos 20 anos, pelo menos. Em 2006, foram eleitos 219 empresários. De lá para cá, o número subiu para 273 - crescimento de 25%. 
    Na análise de especialistas e parlamentares, contudo, a capacidade de articulação da bancada empresarial é menor que a do movimento sindical. O Diap classifica como "empresários" os parlamentares cuja principal fonte de renda seja seus negócios. 
    É um grupo heterogêneo, que vai do ex-governador de Mato Grosso Blairo Maggi (PR-MT), um dos maiores produtores de soja do mundo - eleito para o Senado -, ao secretário de Comunicação do PT, deputado André Vargas (PR).As bancadas sindical e empresarial devem se enfrentar em pautas polêmicas, como a redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais - pedido das centrais - e a regulamentação da terceirização.