Webmail

Perguntas e respostas esclarecem conquistas dos empregados da Caixa
26/10/2010

A Contraf-CUT divulga algumas perguntas e respostas, visando tirar dúvidas sobre as conquistas dos empregados da Caixa Econômica Federal na Campanha Nacional dos Bancários 2010. Os esclarecimentos foram elaborados pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo.

Por que a Caixa aplicou um redutor em seu lucro para o cálculo do pagamento da antecipação da regra básica da PLR?

A PLR da Caixa será paga com base na fórmula da Fenaban mais a PLR Social, que é a distribuição de mais 4% do lucro liquido de forma linear, a título de distribuição relativa aos resultados sociais.

No modelo Fenaban há a chamada regra básica (90% da remuneração base + uma parcela fixa, este ano calculada em R$ 1.100,80) e mais a distribuição linear de 2% do lucro liquido. 

No pagamento da regra básica os valores são limitados a no máximo 13% do lucro liquido do banco e, caso o valor total exceda esse limite, deve-se aplicar um redutor no valor de cada empregado, até que o total chegue aos 13%.

Como a direção da Caixa projetou seu lucro para 2010 em R$ 2,5 bilhões, ao calcular a regra básica o valor total excedia, em muito, os 13%, portanto, conforme prevê a regra, foi necessária a aplicação do redutor calculado em 35%.

Com isso, o pagamento da PLR na Caixa fica assim: após calcular a regra básica da PLR da Fenaban (90% da remuneração base mais R$ 1.100, 80, com teto de R$ 7.181) se aplica o redutor de 35% do total a ser pago ao empregado (veja exemplo no quadro). 

Essa mesma medida foi tomada pela Caixa no ano passado. A empresa também fez uma estimativa, considerada conservadora pelo movimento sindical, para projetar seu lucro em 2009, utilizando R$ 2 bilhões para o cálculo, tendo gerado um redutor de 24%. A Caixa fechou o ano com R$ 3 bilhões e o valor deduzido por conta do redutor foi compensado na segunda parcela, paga em março.

Na próxima sexta, dia 29, a Caixa pagará a primeira parcela da PLR, que de acordo com o negociado será de 100% da parte da Fenaban (90% da remuneração base + R$ 1.100,80 limitado a R$ 7.181 - o redutor de 35% + R$ 620). Já da PLR Social a Caixa pagará metade (2% linear) resultando em mais uma parcela de aproximadamente R$ 620.

Exemplo de cálculo da antecipação da PLR

Empregado com remuneração-base de R$ 2.500

Regra básica da PLR

R$ 2.250 + R$ 1.100,80 = R$ 3.350,80

Redutor de 35%

R$ 1.172,78

Total

R$ 2.178,02

Adicional da PLR

R$ 620

50% da PLR Social

R$ 620

Total a receber
(1ª parcela - dia 29)

R$ 3.418,02



As promoções (referências) concedidas serão para todos os planos de cargos e salários (PCS) ou se só para as novas tabelas?

As referências ocorrerão em todas as tabelas.

O valor do adicional APPA será corrigido por 7,5% do salário?

Como todas as demais verbas, o índice de 7,5% também será aplicado ao APPA.


Fonte: Contraf-CUT com Seeb São Paulo – 22/10/2010