Webmail

Banco do Brasil distribui R$ 635,9 milhões em PLR para seus funcionários
22/10/2010

O pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) dos funcionários do Banco do Brasil, realizado pelo banco nesta quinta-feira, 21, injetou R$ 635,9 milhões para as quase 110 mil famílias dos funcionários da empresa. A regra de PLR conquistada pela mobilização dos bancários do BB é considerada parâmetro para a categoria.

O acordo assinado com o banco pela Contraf-CUT na última segunda-feira, 18, prevê que todos os dias de substituição ou exercício parcial da função de Caixa serão considerados no cálculo da PLR. Também foi incluída uma cláusula que garante que nenhum funcionário receberá menos do que valor previsto para a PLR de Escriturário, que neste semestre ficou em R$ 3.118,08.

A PLR deveria ter sido paga aos bancários até quarta-feira, 20, mas o banco alegou problemas e adiou o crédito para esta sexta-feira. Após reivindicação da Contraf-CUT, a empresa aceitou fazer o pagamento nesta quinta.

Os valores creditados nessa quinta-feira referem-se à distribuição do lucro do primeiro semestre de 2010.

Confira os parâmetros de pagamento da PLR do BB: 

- NRF Especial - 3,0 salários
- NRF 01 e 02 - 3,0 salários
- NRF 3 - 2,3 salários
- Primeiros Gestores Rede - 1,85 salários
- Primeiros Gestores Demais - 1,85 salários
- Demais Gestores Rede - 1,57 salários
- Demais Gestores BB - 1,57 salários
- Analistas e Assessores NRF 04 - 1,57 salários
- Gerência Média Rede - 1,55 salários
- Demais Gerências Médias - 1,55 salários
- Analistas e Assessores NRF 05 e 06 - 1,50 salários
- Demais Comissionados - 1,47 salários
- Escriturários - R$ 3.118,08
- Caixas Executivos - R$ 3.434,99


Fonte: Contraf-CUT – 21/10/2010