Webmail

Banqueiros apresentam proposta de apenas 4,29% de reajuste
22/09/2010

A quinta rodada de negociação entre os bancários e Fenaban foi encerrada nesta quarta-feira, em São Paulo, em clima de frustração. Na semana passada, os banqueiros se comprometeram de apresentar uma proposta global às reivindicações de remuneração nesta semana, mas hoje se limitaram a indicar um reajuste de 4,29%. 

O Comando Nacional dos bancários está reunido neste momento para definir estratégias de mobilização e preparar a greve da categoria por tempo indeterminado, a partir do dia 29 de setembro, quinta-feira da próxima semana.

Segundo o diretor da Fetrafi-RS e membro do Comando Nacional, Arnoni Hanke, a Fenaban já foi informada sobre as assembleias gerais da categoria e da possível deliberação de greve por tempo indeterminado, caso os bancos não apresentem uma proposta concreta até a próxima semana. 

“Não estamos jogando como fazem os banqueiros na mesa de negociação. Desde o início deixamos evidente que o nosso objetivo era negociar de acordo com as possibilidades reais dos bancos. A indicação de um reajuste que apenas repõe a inflação do período é uma afronta à categoria”, afirma o dirigente sindical. 

Paralisações darão troco à Fenaban 

A Fetrafi-RS orienta aos seus sindicatos filiados que se aliem ao SindBancários nesta quinta-feira, 23, promovendo manifestações e paralisações em agências de bancos públicos e privados. A paralisação de agências na Capital nesta quinta, foi aprovada ontem (21), em assembleia geral, promovida pelo SindBancários. 

Assembleias gerais 

Nesta quinta-feira, 23, os sindicatos realizam assembleias gerais da categoria para avaliar a proposta dos bancos e deliberar ou não pela greve por tempo indeterminado, a partir do dia 29.


Fonte: Imprensa Fetrafi-RS