Webmail

Inicia jornada de luta dos bancários do ABN e Santander
24/09/2007

Começa nesta terça-feira, dia 25, a Jornada de Luta dos Trabalhadores do ABN/Real e do Santander, em Brasília. O objetivo é garantir apoio de autoridades dos três poderes na luta em defesa do emprego, em risco com a provável compra do ABN pelo grupo espanhol.

 

As atividades na capital federal começam cedo. Às 7h30, os bancários vão recepcionar os deputados e senadores no aeroporto de Brasília. No período da tarde, haverá reuniões com os parlamentares no Congresso Nacional. Às 15h, a Contraf entrega um dossiê no Ministério da Fazenda. A funcionária do ABN Real e diretora do SindBancários, Natalina Gué, integra a caravana.

"Conseguimos uma reunião com Paul Singer, secretário nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho, para esta terça-feira, às 16 horas. Através dele, queremos garantir uma audiência com o ministro do Trabalho, Carlos Lupi", conta Deise Recoaro, diretora da Contraf-CUT e funcionária do banco.

 

Os bancários gaúchos estarão representados na atividades pelos dirigentes, Luis Volnei Diogo (Pelotas); Natalina Gué (Porto Alegre); Claudenir Teixeira de Freitas (Santa Maria) e Bino Köehler (Litoral Norte).

 

*Contraf-CUT