Webmail

Bancários gaúchos lançam manifesto por nova postura do Banco do Brasil
01/07/2010

Os funcionários do BB aproveitaram a 12ª Conferência Estadual dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Instituições Financeiras dos RS para lançar o manifesto: O papel do Banco do Brasil na economia brasileira. O documento, apresentado pelo diretor do Sindicato dos Bancários de Santa Cruz do Sul e funcionário do BB, Oscar Graeff Siqueira, teve a aprovação do Congresso Estadual dos Funcionários do BB. 

No sábado, 26, o  manifesto foi entregue ao senador Paulo Paim (PT/RS), que assumiu de imediato o compromisso de ler o documento na tribuna do senado e de defender as propostas dos bancários gaúchos. “Posso me comprometer de pronto. Na próxima segunda-feira podem ligar a TV Senado que lerei este manifesto na íntegra”, disse Paim. 

Ao longo do texto, o dirigente sindical aponta a equivocada postura de mercado adotada pelo Banco do Brasil, que afasta cada vez mais a instituição do seu papel de banco público. “Esse, sem dúvidas, não é o Banco do Brasil que o Brasil precisa e deseja. O País precisa de um banco que seja o suporte do desenvolvimento econômico e social, com sustentabilidade”, afirma o bancário no manifesto. 

O diretor do SindBancários e representante dos gaúchos na Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, Ronaldo Zeni, diz que o manifesto expressa o anseio da sociedade por um banco público, que sirva tanto para atender indiscriminadamente a população quanto atuar no mercado como regulador das taxas de juros e tarifas. “Esperamos que os movimentos sociais se integrem neste fórum para que possamos pautar o debate durante a campanha presidencial 2010”, salienta o dirigente sindical.

Agora o manifesto será encaminhado pela Fetrafi-RS à Conferência Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, agendada para o período de 23 à 25 de julho, no Rio de Janeiro.


Fonte: Fetrafi-RS