Webmail

Funcionários do Itaú Unibanco definem plano de lutas para 2010
04/12/2009

O foco central das mobilizações dos funcionários do Itaú Unibanco para 2010 será a luta pelo emprego, buscando o fim das demissões e mais contratações. A decisão foi tomada nesta quinta-feira, 3, durante o Encontro Nacional dos Dirigentes Sindicais do Itaú Unibanco, que reuniu cerca de 100 trabalhadores na sede da Contraf-CUT, em São Paulo.

A primeira ação organizada pelos bancários será a participação na Jornada Internacional de Lutas, definida durante a 5ª Reunião de Redes Sindicais de Bancos Internacionais (veja mais aqui ). Os trabalhadores do Itaú Unibanco na América Latina realizarão um grande ato conjunto no dia 16 de dezembro, cobrando isonomia de direitos para os bancários de todos os países. No Brasil, a atividade também reivindicará garantia de emprego para os empregados oriundos de Itaú e Unibanco e mais contratações.

Ainda em dezembro, um novo boletim da Contraf-CUT será disponibilizado para distribuição pelos sindicatos. Foi definido também o lançamento de uma nova campanha em defesa do emprego, no início de 2010.

Os temas de saúde e condições de trabalho também terão destaque no ano que vem. Os bancários irão intensificar a mobilização em torno de temas como assedio moral/violência organizacional, modelos de gestão, pressão insuportável pelo cumprimento de metas abusivas, prevenção contra acidentes e doenças ocupacionais, entre outros.

"O encontro foi muito importante ao definir estratégias para continuar a luta em defesa do emprego, uma vez que o processo de fusão ainda está em curso", diz Wanderley Crivellari, um dos coordenadores da COE Itaú Unibanco. "Uma marca tão importante como o Itaú Unibanco precisa ter responsabilidade social, e isso começa com garantia de emprego para seus empregados", acrescenta.


Fonte: Contraf-CUT – 03/12/2009