Webmail

Itaú Unibanco investe em segurança, mas só para os donos
10/09/2009

A falta de segurança está com os dias contados no Itaú Unibanco. Mas não se anime, bancário, isso é só para os donos da instituição, Roberto Setubal e Pedro Moreira Salles. 

Segundo informações da coluna Radar da revista Veja desta semana, o andar onde os dois banqueiros trabalham, na sede da instituição em São Paulo, acaba de ter suas janelas e fachada totalmente blindadas. Um cuidado inversamente proporcional à segurança das agências, especialmente as do Unibanco, onde não existem sequer portas giratórias.

Para o presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Luiz Cláudio Marcolino, a blindagem do andar de Setubal e Moreira Salles deveria servir de exemplo para a instituição sobre como cuidar da segurança bancária. "É difícil hoje encontrar um bancário que não tenha passado por um assalto ou que pelo menos não conheça um colega que tenha vivido esta situação", ressalta Marcolino, destacando que a segurança está entre as principais reivindicações da Campanha Nacional. 

Insegurança padronizada 

Atualmente, o Itaú Unibanco está definindo o formato da agência padrão do banco após a fusão. A instituição está estudando diversos aspectos das instalações, desde os equipamentos até o layout. Mas a segurança foi completamente esquecida.

"O Sindicato exige que antes de fazer o chamado tombamento das agências, o banco instale os equipamentos mínimos de segurança, como portas giratórias antes do autoatendimento e câmeras, além de contratar o número de vigilantes necessários para cada local. É uma vergonha para os bancos esse descaso com a vida dos bancários e clientes", finaliza Marcolino.


Fonte: Seeb São Paulo - 09/09/2009