Webmail

Bancos são multados em RS 1,805 milhão por descumprirem leis de segurança
22/04/2009

Bancos são multados em RS 1,805 milhão por descumprirem leis de segurança

  
Vários bancos foram mais uma vez multados pelo descumprimento das leis de segurança, durante a 80ª reunião da Comissão Consultiva para Assuntos da Segurança Privada (CCASP) do Ministério da Justiça, coordenada pela Polícia Federal (PF) e realizada no último dia 15, em Brasília. Eles sofreram multas de R$ 1,805 milhão. Além disso, quatro agências (três do Mercantil do Brasil e uma do BICBanco) foram interditadas.


A Contraf-CUT, que integra essa comissão tripartite de julgamento dos processos abertos pela PF contra bancos e empresas de vigilância e transporte de valores, foi representada pelo diretor do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte e integrante do Coletivo Nacional de Segurança Bancária, Leonardo de Souza Fonseca.


Segundo Leonardo, "as penalidades aplicadas demonstram a irresponsabilidade dos bancos com os princípios básicos da segurança, previstos em nossa legislação, não mantendo seus sistemas de alarme e os planos de segurança em conformidade, além de insistirem em transporte de numerário de forma irregular, o que vem resultando em seqüestro e até morte de bancários".


Bancos mais multados


O Banco do Brasil foi o campeão de multas, com o total de R$ 580 mil. "A maioria é pelo funcionamento sem o plano de segurança aprovado pela Polícia Federal", denuncia Leonardo.


Em segundo lugar aparece o Bradesco com multas de R$ 330 mil, 
"principalmente pelo transporte ilegal de numerário feito por bancários", aponta o dirigente sindical. O banco deveria inovar, como promete na sua propaganda, e fazer todo e qualquer transporte de valores somente por carro-forte.


O Mercantil do Brasil ficou em terceiro lugar, sofrendo multas de R$ 320 mil. Além disso, o banco mineiro teve três agências interditadas: Uberaba/MG, Natal /RN e Luxemburgo (urbana Belo Horizonte/MG). "Essas unidades não atenderam os requisitos para a aprovação do plano de segurança", ressalta Leonardo.


Veja a relação dos bancos punidos:


Banco do Brasil - R$ 580.001,00

Bradesco - R$ 330.000,00

Mercantil do Brasil - R$ 320.003,00

Itaú - R$ 165.888,00

Real - R$ 130.000,00

Banrisul - R$ 80.000,00

HSBC - R$ 40.000,00

Nossa Caixa - R$ 40.000,00

Caixa Econômica Federal - R$ 20.000,00

Santander - R$ 20.000,00

Unibanco - R$ 20.000,00

Cacique - R$ 20.000,00

Banco do Nordeste do Brasil - R$ 20.000,00

Banco KEB do Brasil - R$ 20.000,00

 

Total - R$ 1.805.892,00



Fonte: Contraf-CUT - 20/04/2009