Webmail

BB não esclarece principais dúvidas dos sindicalistas sobre a Nossa Caixa
16/02/2009

Dirigentes sindicais do Banco Nossa Caixa estiveram reunidos na manhã desta sexta-feira, 13 de fevereiro, com representantes do Banco do Brasil e a diretora de Gestão de Pessoas do BNC, Marli Martins. A reunião teve como objetivo tratar de temas que envolvem o processo de incorporação entre as instituições e o funcionalismo do banco paulista.

 

De forma simplificada e bastante objetiva, os representantes do Banco do Brasil abriram o encontro com uma apresentação das estratégias para a ampliação do banco federal no mercado financeiro de São Paulo, que segundo o BB é responsável por 34% do PIB nacional.

 

Também foi afirmado que o primeiro passo para o início do processo de incorporação será a aquisição de controle, com a posse da nova diretoria, prevista para acontecer no dia 10 de março. Os representantes reafirmaram ainda que a incorporação de um modo geral deverá acontecer num prazo de 18 a 24 meses, conforme previsões anteriores.

 

No que se refere ao funcionalismo da Nossa Caixa, os representantes do BB disseram que a sobreposição de agências equivale a 10% do total entre os bancos. Esse número é considerado pequeno em relação a outras fusões no setor financeiro, porém ainda não há nenhuma estratégia de atuação do banco federal para resolver o problema.

 

Para a diretora da FETEC/CUT-SP e integrante do Comando dos Funcionários da Nossa Caixa, Adriana Pizarro Carnelós Vicente, embor a o BB afirme que o processo de incorporação com a Nossa Caixa será o mais transparente possível, ficaram pendentes algumas questões de suma importância para os trabalhadores e dirigentes sindicais, a exemplo da sobreposição de agências.

 

"Também ficou explícito, durante a apresentação, que o grande interesse do BB nessa incorporação é ampliar sua atuação no mercado financeiro paulista. Portanto, caberá a nós, garantir negociações tranquilas e resultados positivos, através da união e da luta do funcionalismo", acrescenta Adriana.

 

Deliberações

Logo após o término da reunião com o Banco do Brasil, o Comando dos Funcionários da Nossa Caixa, com repres entação de todos os sindicatos do estado, deliberou pela realização de um Seminário, previsto para acontecer no mês de março, para tratar da estratégia de atuação que deverá ser adotada pelo movimento sindical durante todo o processo de incorporação.

 

Outra deliberação foi a não participação de representantes da Nossa Caixa como delegados do Congresso do Banco do Brasil, que acontece entre os dias 24 e 26 de abril, por entender que nesse momento é preciso estar focado em solucionar os problemas que afligem trabalhadores e sindicalistas da Nossa Caixa.

 

Por outro lado, por haver entendimento da importância de conhecer as principais questões que envolvem, efetivamente, os funcionários do BB, a Executiva do Comando poderá participar do congresso como observador /convidado, caso haja convite por parte da organização do evento.

 

Fonte: Fetec SP