Webmail

Bancos dobram receita com tarifas entre 2000 e 2007
12/08/2008

Segundo o Relatório de Economia Bancária de Crédito de 2007, os brasileiros pagaram em dezembro de 2000 o equivalente a R$ 14,8 bilhões em tarifas de prestação de serviços bancários, valor atualizado pela inflação do período. Sete anos depois, em dezembro do ano passado, o volume deu um salto de 94,4%, e as tarifas renderam mais de R$ 28 bilhões aos bancos.
O estudo do BC mostra também que a evolução da cobrança bancária (de 94,4%) se deu em ritmo maior que a expansão da carteira de clientes. No período mencionado, o número de contas correntes no sistema bancário brasileiro cresceu 76,2%. Essa evolução fez com que as tarifas ficassem cada vez mais importantes para os bancos.

O levantamento também constatou que a concentração das contas correntes no sistema financeiro cresceu na última década e se aproxima de um nível considerado "alto", porém, ainda foi menor que a expansão de crédito, que somou 121,8%. "O levantamento do BC comprova as denúncias que a Contraf/CUT e os sindicatos vêm fazendo há anos, de que parte de seus lucros astronômicos se dá com a exposição dos clientes e usuários, o que é uma prática intolerável de concentração de renda", diz William Mendes, secretário de Imprensa da Contraf/CUT.
Fonte: Contraf/CUT, com Agência Estado – 06/08/08