Webmail

CEE/Caixa divulga mensagem e orienta realização de eventos sobre PCS
29/04/2008

Na mensagem que divulgou nesta quinta-feira (24) com o objetivo de relatar as negociações com a Caixa Econômica Federal, ocorridas esta semana em Brasília (DF), a Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa) orienta as entidades sindicais de todo o país a realizarem seminários sobre a unificação das tabelas do Plano de Cargos e Salários (PCS). O objetivo é esclarecer os empregados de que a proposta da empresa, além de trazer problemas, poderá não ser autorizada pelo Departamento de Coordenação e Controle das Empresas Estatais (Dest).

Para a CEE/Caixa, apenas uma forte mobilização irá garantir a implantação de um novo PCS que atenda aos anseios de todos os empregados. Plenária nacional com este objetivo será realizada em 16 de maio, organizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT).

As entidades sindicais são orientadas ainda a denunciar todas as situações em que for observada a tentativa de impedir os clientes de exercer seu direito de ser atendido em uma agência da Caixa. Neste caso, a recomendação é para que sejam coletadas provas das irregularidades, como fotos de cartazes restringindo o acesso e depoimentos de clientesmensagem a Comissão Executiva dos Empregados faz um relato sucinto sobre a negociação com a empresa, com críticas à proposta de PLR apresentada pela Caixa, que “nada mais é do que uma versão um pouco mais sofisticada do antigo PRX, que trouxe tanta insatisfação para o conjunto dos empregados”.

Há críticas ainda à forma como a Caixa prevê a unificação das tabelas do PCS, pois prevalecem itens com os quais o movimento nacional dos empregados não concorda, a saber: vinculação ao saldamento do REG/Replan; estabelecimento de 72 níveis, sem uma real garantia de progressão na tabela; limitação a 1% da folha de pagamento para definição do montante a ser destinado à promoção; limitação a apenas dois níveis por empregado/ano; vinculação a desempenho de unidade.

A íntegra dessa mensagem está disponível na página da Fenae na internet (www.fenae.org.br).

Fonte: Fenae   -   25/04/2008