Webmail

Tercerização no Banrisul será denunciada ao presidente do TCE na próxima segunda-feira, 14 de janeir
11/01/2008

Aumenta a mobilização dos bancários contra o desmonte do Banrisul como banco público. Na próxima segunda-feira, dia 14, às 11h, o SindBancários e a Federação dos Bancários do RS serão recebidos em audiência pelo presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), João Luiz Vargas. O objetivo é denunciar a nova tentativa do presidente Fernando Lemos e da governadora Yeda Crusius de terceirizar a tesouraria do banco, através de pregão presencial marcado para a próxima sexta-feira, dia 18, às 9h30, na Capital.

Os dirigentes sindicais levarão um documento, denunciando a falta de transparência da diretoria do Banrisul e a ilegalidade da medida. A tesouraria é um serviço essencialmente bancário, que deve ser executado por empregados do banco.

Essa terceirização, além de ilegal, não garante a segurança dos serviços e prejudica a imagem do banco e a qualidade de atendimento aos clientes. As únicas contratações legais permitidas são para atividades de vigilância, conservação e limpeza, conforme estabelece a súmula 331 do TST.

“Desde a venda de 43% das ações, vimos questionando a ausência de transparência no Banrisul. Várias denúncias foram apresentadas na Assembléia Legislativa pelo vice-governador Paulo Feijó que até hoje continuam sem explicações. Vamos denunciar a tentativa de terceirizar a tesouraria e alertar o presidente do TCE para a necessidade de apurar todas essas irregularidades”, ressalta o presidente do SindBancários, Juberlei Bacelo.

“Trata-se de mais um maquiavelismo do governo Yeda, que integra a sua política de privatização silenciosa e sorrateira do Banrisul. Queremos que o TCE verifique a legalidade do procedimento e, de forma preventiva e eficaz, tome as medidas cabíveis, na defesa do interesse público. O processo está sendo implementado pelo banco a toque de caixa, em plena época de férias, durante o recesso da Assembléia Legislativa, num curtíssimo período de apenas 11 dias, sem qualquer diálogo com os trabalhadores e a sociedade”, afirma o funcionário do Banrisul e diretor do SindBancários, José Carlos Ledur.

Fonte: SEEB-Porto Alegre-10/01/08, com edição do SEEB-Passo Fundo