Webmail

Bancos geram 18.167 postos de trabalho de janeiro a setembro
28/12/2011

De janeiro a setembro de 2011 foram gerados 18.167 novos postos de trabalho nos bancos. O saldo positivo registrado significa expansão de 3,76% no emprego bancário, no período.

 

 

Na comparação com o saldo de 1.805.337 postos gerados em todos os setores da economia no primeiro semestre de 2011, os bancos contribuíram com apenas 1,01% o total.

As regiões Norte e Nordeste tiveram o melhor desempenho em termos de expansão do emprego bancário, com índices superiores a 8% e 9%, respectivamente, superando a média de crescimento nacional.

Nos primeiros nove meses de 2011, houve forte crescimento da participação da "Demissão sem justa causa", responsável por cerca de 47% do total de desligamentos no setor.

Por outro lado, houve redução do percentual dos "Desligamentos a pedido" que, nas pesquisas anteriores eram responsáveis pela maior parte dos desligamentos nos bancos.

Esses são os principais resultados da Pesquisa de Emprego Bancário nº 11, desenvolvida pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf).

O levantamento acompanha a evolução do emprego nas instituições bancárias a partir dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado mensalmente pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Esta edição possui ainda uma sessão especial com os dados de emprego extraídos dos Relatórios de Administração, publicados com as demonstrações contábeis dos cinco maiores bancos do país - Banco do Brasil, Itaú, Bradesco, Caixa Econômica Federal e Santander. (Fonte: Dieese, no Blog do Trabalho)

*DIAP